terça-feira, 29 de agosto de 2017

Festa dos Romeiros - Missa da Tarde.






A Festa dos Romeiros do Santuário Ecológico da Água Santa continuou à tarde com o leilão de prendas, seguida pela Oração do Terço da Misericórdia às 15h00, com a participação especial do Terço dos Homens.

As 16h00 foi celebrada a segunda Missa Festiva no Santuário Ecológico sendo presidida por Padre Anderson, que veio de São João Nepomuceno especialmente para participar da Festa dos Romeiros.

































Festa dos Romeiros - Missa da Manhã



O último domingo do mês de agosto é marcado pela Festa dos Romeiros do Santuário Ecológico da Água Santa.
Durante todo o dia aconteceram momentos de fé e adoração a Nossa Senhora das Graças. Logo cedo a equipe do Santuário preparou a Acolhida aos Romeiros.
As 11h00 aconteceu a primeira celebração do dia presidida por Padre Leonardo, com a bênção das águas e dos objetos. A liturgia foi apresentada pela Equipe do Santuário, com animação musical de Ude.
Após a primeira Missa, aconteceu o Momento de Oração e Louvor a Nossa Senhora das Graças da Água Santa preparado pelo Grupo Jovem Água Viva, seguida da coroação a Nossa Senhora pelas mães presentes ao santuário.

Fotos: Fernanda Souza Rossignoli





segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Missa na manhã de domingo no dia da Catequista.







Comemoramos nesse domingo, dia 27 de agosto, a Vocação dos Ministérios e Serviços na Comunidade.
Na missa das 09h00, rezamos e homenageamos de um modo especial as Catequistas. Elas que se doam para o trabalho a serviço da comunidade.
Foram trazidas pelas catequistas na procissão de entrada uma massa de pão, cobertor e uma vasilha de água fervente.
A massa representando a comunidade. O fermento misturado na massa representando as Catequistas. O cobertor, representando a Igreja e a vasilha de água quente representando o Espírito Santo.
No final da celebração elas verificaram que a massa coberta e aquecida pela água quente cresceu por causa do fermento. Ninguém o distinguiu dos outros ingredientes, pois ele estava incorporado à massa, agindo para que ela crescesse.
Com essa dinâmica, podemos concluir que as catequistas – fermento - ajudam a comunidade – massa - a crescer, pois estão inseridas, fazem parte, vivem no meio da comunidade e sua ação evangelizadora ajuda a comunidade a crescer, sempre sob a guarda da igreja – cobertor - e aquecidas pelo calor do Espírito Santo - água quente.
No ofertório, junto com o pão e o vinho, foram trazidos até o altar o sal, o óleo perfumado e as velas, oferecendo a vida de cada catequista, como sal e luz da terra. Assim como o sal realça o sabor, a catequista deve realçar a fé cristã. Chamadas por Deus, iluminadas por Jesus, são chamadas também a ser luz para a comunidade.
No final, Padre Leonardo ungiu as mãos de cada uma das Catequistas com o óleo perfumado, para que elas possam estar sempre abertas e estendidas ao próximo na missão de catequizar, de anunciar o nome de Jesus e seu Evangelho a todos aqueles que desejarem pertencer à comunidade de fé.
Por Marilene Alhadas.

O Grupo Encantando Jesus animou a celebração com seus cânticos e as crianças da catequese paroquial, acompanhadas de suas catequistas, apresentaram as leituras e salmos do dia.